Skip to content

Janeiro

Amazônia Legal possui 99 empregadores na lista do trabalho escravo

No primeiro mês de 2010 foi divulgada pelo Ministério do Trabalho e Emprego a lista suja do trabalho escravo, que denuncia empregadores que contratam trabalhadores em situação análoga à escravidão.  Só na Amazônia Legal foram 99 casos registrados.  Mais de 40% dos nomes contidos na relação – que contempla todos os Estados Brasileiros – estão no Pará (46 casos) e no Maranhão (22).

Outros Estados da Amazônia Legal também fizeram parte da lista foram: Tocantins (16), Mato Grosso (12), Rondônia (2) e Amazonas, com um registro.  Em todo o País, de acordo com a lista, 314 trabalhadores foram libertados nas propriedades que passaram a integrar a nova versão do documento.  Quem tem o nome incluído na lista suja fica impossibilitado de obter financiamento em instituições públicas ou privadas.


Conflito entre mineiros brasileiros e quilombolas do Suriname deixa mais de 100 desabrigados

Um confronto entre mineradores brasileiros e quilombolas surinameses deixou um saldo de mais de 100 homens, mulheres e crianças desalojados, 25 feridos e 17 mulheres agredidas sexualmente.  O conflito aconteceu na cidade de Albina (a 150 quilômetros de Paramaribo, capital do Suriname), após a morte de um surinamês, atribuída a um brasileiro.


Responsável pela construção de Jirau é a segunda empresa no mundo que mais ameaça o meio ambiente

Por liderar o consórcio responsável pela construção da usina hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira (RO), empreendimento que traz sérios impactos socioambientais, a GDF Suez foi a segunda mais votada, com 5097 votos, no Prêmio Public Eye Awards (“Olho do Público”, em tradução livre para o português), que elege a empresa ou organização mais irresponsável social e ambientalmente do mundo.  A votação ocorreu entre os dias 14 e 26 de janeiro pela internet.

O grupo francês conseguiu obter quase o dobro de votos do terceiro colocado, o banco canadense Royal Bank of Canada.  A primeira colocada foi a farmacêutica Roche, que obteve 5723 votos.  Mais outras três empresas e organizações participaram da premiação, porém ficaram muito atrás na votação: Arcellor Mittal, Farner e Comitê Olímpico Internacional.  A entrega do prêmio foi realizada dia 27 de janeiro, em Davos, na Suíça.

 

Veja também:

Entrevista: “O trabalho escravo está inserido na economia brasileira”, diz Sakamoto

Documento: Entidades enviam carta a Lula sobre riscos envolvendo índios isolados em RO


Anúncios
One Comment leave one →

Trackbacks

  1. Retrospectiva 2010

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: